X
Menu
X

Locais e Pessoas Internacionais. Descobrindo uma cultura

Locais e Pessoas Internacionais. Descobrindo uma cultura

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil, Inglés Estadounidense y Francés. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in one of the available alternative languages. You may click one of the links to switch the site language to another available language.

Descobrindo a cultura local e os destinos internacionais.

É importante mencionar que este é um artigo orgânico, atualizando-se e crescendo a medida em que eu siga viajando e trocando ideias com outros viajantes.

Foi depois de viajar e viver em diferentes países que comecei a distinguir cada vez mais as diferenças entre as culturas locais de um país e, a diferenciar os tipos de pessoas que cada um encontra de acordo com o tipo de viagem realizado.

living abroad in greece

Minha primeira experiência de vida no exterior foi na Grecia, apenas terminei o ensino médio decidi que precisava descobrir o mundo, e descobrir quem eu era *(requer um outro post) em um novo entorno. Comecei a entender o conceito de cultura de outro país no momento em que aterrizei em Atenas,  a partir do “Γεια σας”, que significa “OLÁ” em grego, até a maneira de mover-se e dos “gritos” das pessoas como forma de conversar… ao mesmo tempo que entendia este conjunto de características que faziam do grego, o grego, também comecei a entender e descobrir muitos dos aspectos da cultura do meu país, Argentina, que até então não tinha entendido que era a forma natural de comportar-se e de ser das pessoas.

Cada viagem é diferente e nos permite conectar-nos com o destino de maneira distinta, não é o mesmo que umas férias com tudo pago que uma viagem de mochileiro em Couchsurfing (couchsurfing.org), ou uma viagem de trabalho que uma viagem de estudos no exterior, outro fator mais importante é a duração da viagem e a nossa forma de conectar-nos com as pessoas.  *Vamos fazer outro post sobre “OS ESTILOS DE VIAGEM”

 amanecer en Rio de janeiro

Para enforcar no objetivo deste artigo, vou descrever o que chamo de “Locais internacionais e Locais”, e de acordo como viajamos e nossa possibilidade de conectar-nos com cada local.

No primeiro grupo, o de Locais Internacionais, estão as pessoas como eu e provavelmente iguais a você, se está lendo este artigo. Os locais internacionais são aquelas pessoas que tiveram a possibilidade de viajar e viver sozinhos no exterior, ou seja, sem contexto de amigos/ familiares em seu entorno. Os quais se viram forçados adaptar-se a cultura local, criar uma nova rotina e com um entorno social distinto. Nunca me canso de escutar e ler sobre jovens, logo de sua primeira experiência de vida em um novo país, descrevendo está imersão em uma nova cultura como a melhor experiência de suas vidas. Definitivamente uma experiência de trocas, crescimento e descobrimento interno, ao que eu denomino de convertir-se em uma Pessoa Internacional. A pessoa internacional agrupa algumas de suas características próprias e outras que vão se fortalecendo com cada experiência internacional, entre elas destaco: Maior confiança em si, tolerancia e respeito por aquilo que é diferente, adaptação as mudanças e entre outras coisas. Este desejo constante por continuar viajando e descobrindo pessoas e lugares.

São estas pessoas internacionais que quando estão em seu proprio país que denomino de “Locais Internacionais” e, em praticamente todos os casos conhecidos, mantém uma predisposição constante em ajudar àqueles viajantes que encontrem pelo caminho. São os Locais Internacionais os primeiros que vamos encontrar em qualquer viagem, já que eles também vão vir a nosso encontro. Estão nas plataformas como Couchsurfing, são os que nos alugam quartos em AIRBNB, em eventos com temáticas internacionais, em meetings de intercâmbio de idiomas ou casualmente de algum modo ou outro vão aparecer em algum momento que precisamos. São aqueles quem nos podem dar a melhor bem-vinda e fazer que os primeiros passos dentro de um novo destino sejam mais fáceis, mas é importante saber quem são os locais não internacionais, aqueles que nos fazem descubrir a cultura em sua maneira real. E é por isso que é importante entender a diferença.

Os Locais não Internacionais ou “Locais Locais”, são aquelas pessoas que não tiveram a oportunidade de uma experiência de imersão em uma nova cultura, conservam o conjunto de valores e comportamento próprios de seus países. *Variando de país em país e de classe social, mas em geral os Locais Locais mantêm sempre a mesma rotina e já tem seu próprio circulo de amizades formado, motivo o qual dificulta conhecer-los. Senão falamos o idioma local as possibilidade de conectar-se com eles se reduzem praticamente a zero. O tempo, e a interação cotidiana é a forma de interagir com os locais, e por isso as viagens que realmente te conecta com eles são viagens de estudo e viagens de trabalho, em todos os casos é necessário compartilhar atividades com os locais para conseguir conectar-se a eles.

 Ainda que adore encontrar pessoas internacionais e compartilhar experiências e trocar idéias, temos muitas características em común que nos fazem pessoas do mundo e quando quero descobrir à cultura e seus valores mais profundos a melhor maneira para fazer isso é conectando-me com os locais locais, eles representam o conjunto mais grande da sociedade e caracterizam à cultura, os fatores mais profundos, seus valores e sua forma de ver o mundo.

Ainda que possa distinguir cada vez mais claramente os tipos de sub-culturas em cada país, também é importante não se esquecer que “cada pessoa é um mundo” e que sempre vamos encontrar durante nossa viagem, pessoas fechadas com muitos mundos e pessoas locais com uma mentalidade incrível.

 Se você ja teve a oportunidade de viajar ao exterior, eu gostaria de saber sua opinião sobre as pessoas internacionais e as pessoas locais de seu país!
Share
Deja un comentario

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

A %d blogueros les gusta esto: